Centro de Diagnóstico e Terapias: Alzheimer e Outras Patologias

Horário : Segunda a Sexta das 09h00 às 19h00
  Contacto : +351 21 750 6010 | info@neuroser.pt

Demência Vascular

O que é?

A Demência Vascular define-se como uma perturbação do funcionamento cognitivo (e consequente repercussão nas actividades de vida diária) como resultado de problemas de aporte do sangue ao cérebro.

Quais as causas?

As células cerebrais necessitam de um aporte sanguíneo constante para que possam receber oxigénio e nutrientes. O sangue é distribuído pelo cérebro através de uma rede complexa de vasos. Quando este sistema é perturbado – por exemplo por um bloqueio ou uma fuga de sangue – o sangue não é distribuído eficazmente por todas as células cerebrais, levando eventualmente a que algumas morram. Esta morte celular pode causar problemas cognitivos irreversíveis e suficientemente graves para impactar a funcionalidade da pessoa.

Quais os sintomas?        

A Demência Vascular é uma entidade muito heterogénea no que diz respeito às suas manifestações clínicas uma vez que pode ser originada por lesões vasculares cerebrais de diferentes naturezas (localização e extensão).

De uma forma geral, a Demência Vascular pode implicar dificuldades ao nível de:

  • flexibilidade mental (capacidade de adaptar a resposta em função de alterações no meio)
  • velocidade com que a informação é processada
  • funcionamento executivo (planeamento, execução e monitorização do comportamento)
  • atenção
  • memória

Pode também haver labilidade emocional, diminuição da capacidade de interacção em situações sociais e diminuição do interesse em realizar tarefas que anteriormente eram prazerosas.

Quais os factores de risco?

Existem uma série de factores que podem aumentar a probabilidade de se desenvolver uma Demência Vascular, nomeadamente:

  • História prévia de AVC
  • Patologia cardíaca
  • Diabetes, Hipertensão Arterial, Colesterol elevado
  • Excesso de peso
  • Apneia do sono
  • Tabagismo

Pode ser prevenido?

Muitos dos factores acima referidos estão relacionados com o nosso estilo de vida e, por isso, podem ser prevenidos ou controlados.

Se quiser reduzir o risco de vir a desenvolver um quadro demencial vascular, é importante não fumar, manter a atividade física, controlar a sua tensão arterial, ter uma dieta saudável  e manter um acompanhamento médico regular.

 

Revisão Clínica: Margarida Rebolo